Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal

Dia Mundial do Meio Ambiente: JFPE comemora resultado de ações de sustentabilidade

05/06/2019 às 16:05:00

Hoje, 5 de Junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, a Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) faz um balanço de suas ações em prol da sustentabilidade ambiental, desde as contratações e aquisições à redução do consumo de recursos naturais. Para se ter uma idéia dessa preocupação da JFPE com a conservação ambiental, as cadeiras adquiridas, que possuam madeira na sua estrutura, têm, entre os requisitos, a certificação de manejo florestal.

Quanto ao material de expediente, como papel ofício, por exemplo, este também possui certificação ambiental – Cerflor ou FSC ou outro equivalente. O descarte de papeis é feito também de modo consciente, pois são destinados a Organizações Não Governamentais, para que possam reciclar e dar uma nova utilidade, além de ajudar em projetos assistências. Já os suprimentos de informática, como cartuchos de toner, são recolhidos após o uso, atendendo à implementação do sistema de logística reversa, contida na Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010, regulamentada pelo Decreto º 7.404/2010). Na prática, os resíduos sólidos são coletados e restituídos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada. 

Redução do consumo

Para atender à gestão e gerenciamento de resíduos sólidos, que observa a ordem de prioridade da não geração, redução, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos, a JFPE produz adubo orgânico a partir do substrato obtido da poda de árvores e corte de gramíneas. A sede da Seção Judiciária de Pernambuco, no bairro do Jiquiá, na cidade do Recife, possui uma sementeira, que produz mudas de inúmeras espécies de plantas ornamentais. Além de economizar recursos financeiros com a aquisição de espécies, a sementeira é responsável por fornecer mudas para as subseções judiciárias, a exemplo da unidade de Caruaru, que recebeu 100 mudas no mês passado. A ação ratifica a preocupação com o meio ambiente e com a preservação das espécies, entre as quais, palmeiras. Na sede, por ocasião do Dia da Árvore, sempre há o plantio de árvores no jardim, em parceria com o Rotary –Recife.

Entre as ações para redução do consumo de recursos naturais, destaca-se o reaproveitamento de água condensada do sistema de refrigeração para irrigação do jardim nas Subseções de Caruaru e Serra Talhada. Na sede da JFPE, o sistema de irrigação é automatizado, o que reflete a preocupação com o consumo consciente da água. As válvulas de descargas do edifício-sede da JFPE foram substituídas por caixas acopladas. Além disso, a água pluvial (chuvas) é reaproveitada para a lavagem dos carros oficiais.

Com relação ao consumo de energia, todas as lâmpadas fluorescentes de todas as unidades da Justiça Federal em Pernambuco foram substituídas por outras de LED. Outra medida para economizar foi a instalação de sensores de presença nos halls das escadas do edifício-sede. “Para que uma sociedade seja sustentável, devemos economizar os recursos naturais, produzir menos lixo, reciclar e promover ações que contribuam com o desenvolvimento da sociedade, de forma que não prejudique o meio ambiente”, ressaltou o diretor do Foro da JFPE, juiz federal Frederico Azevedo.


Autor: Assessoria de Comunicação da JFPE

Pin It

 Imprimir 







Top