Laboratório da JFPE fomentará iniciativas inovadoras

17/05/2021 às 19:40:00

Com o objetivo de trazer para o cotidiano dos trabalhos da Seção Judiciária ações criativas que possam garantir melhores resultados para a prestação dos serviços, a JFPE passa a contar, a partir de agora, com o Laboratório de Inovação Judicial (LABI). 


Criado a partir da Portaria nº 75/2021 da Direção do Foro, o Laboratório de Inovação da Seção Judiciária de Pernambuco - LABI/JFPE é parte do Programa de Gestão da Inovação na Justiça Federal em Pernambuco, que assegura a participação, por meio da absorção do conhecimento e criatividade dos juízes, servidores, operadores do direito e usuários do serviço judicial, com o fim de promover o engajamento para a efetividade da atividade jurisdicional. De acordo com a Portaria, o laboratório é composto por um corpo fixo de três magistrados, um dos quais atuará como coordenador, e cinco servidores da Seção Judiciária de Pernambuco que, além de perfil inovador, possuam habilidades em áreas como tecnologia da informação, design, gerenciamento de projetos, etc.
 
Em reunião realizada na última sexta-feira (14), que contou com a presença dos magistrados Claudio Kitner, diretor do Foro, Polyana Falcão Brito, vice-diretora do Foro, Caio Diniz Fonseca e Jaime Travassos Sarinho, foi realçado que, além da composição fixa, a ideia é que o laboratório passe a ser um espaço para o desenvolvimento de projetos inovadores, mediante a utilização de métodos que permitam a interação, criação e troca de conhecimento, com abertura para o engajamento de todos os colaboradores da JFPE que tenham interesse em contribuir para o aperfeiçoamento dos serviços prestados pela instituição.
"Vamos estimular, por exemplo, o uso das ferramentas inseridas no Microsoft Office 365, como a rede social Yammer, que será utilizada para criarmos uma espécie de banco de talentos no qual estejam cadastrados os servidores interessados com suas habilidades nas mais diversas áreas do saber", explicou a juíza Polyana Falcão. 


O LABI/JFPE disporá de estrutura física cujo ambiente deve ser voltado para o fomento da criatividade, integração e colaboração entre os usuários, além de uma página própria no sítio eletrônico da Seção Judiciária de Pernambuco, que disponibilizará canais para apresentação de demandas e sugestões de ideias e projetos inovadores.


Autor: Assessoria de Comunicação JFPE